ENQUANTO ISSO, NA SALA DE ESPERA…

with Nenhum comentário

Na vida profissional passamos por algumas salas de espera. Vou listar algumas aqui, e veja se você as conhece:

Sala de Espera do primeiro trabalho

Sala de Espera da próxima oportunidade profissional

Sala de Espera da promoção

Sala de Espera do reconhecimento

Sala de Espera do bônus

Sala de Espera da apresentação do seu projeto, ideia

Sala de Espera da transferência

Sala de Espera da mudança de carreira

Sala de Espera para abrir o seu próprio negócio, para concluir seu próximo passo acadêmico, para ter aquela experiência internacional, para ser eleito ao benefício master plus. As salas são variadas.

São tantas esperas que nós passamos durante a vida profissional. Conforme fui escrevendo este breve artigo fiquei pensando na minha carreira, e se algumas das minhas salas de espera foi mais desafiadora do que as outras.

Claro que a primeira, do primeiro emprego, foi uma das mais desafiadoras, principalmente a primeira oportunidade de ingressar na minha área de formação. E a outra, foi após 4 anos retornar para a área de RH. Nesta fase inclusive foi quando conheci o Mentoring na prática e fez total diferença na minha mudança.

E as duas situações tem algo em comum, o novo começo. Na primeira porque era o primeiro trabalho e a segunda porque era começar de novo em uma área na qual fiquei afastada por alguns anos.

Foi uma espera árdua, não só pelo fator tempo, mas pelos medos e aflições que pairam na nossa mente. Porém, posso dizer que para as duas situações a peça-chave foi a mesma: persistência.

Persistência para encontrar um lugar que me contratasse sem experiência pela primeira vez, mas que reconhecesse a minha capacidade de aprender.

Persistência para não desistir de voltar para o RH pelo distanciamento (aparentemente desfavorável), mas provando que a minha capacidade de entrega e resultado não tinham prazo de validade!

E você? Qual foi a sua sala de espera mais desafiadora? Ou em qual sala de espera você se encontra agora?

Se ainda não está onde gostaria, faça da melhor forma onde está e prepara-se para aquilo que você deseja. Lembrando que preparo engloba uma série de mni e macro desafios diários dentro e fora de nós mesmo. Mas, se você não persistir do que vale até o esforço onde você está agora?!

Seja qual for, lembre-se que sala de espera também é tempo de aprendizado! Confia, persiste e não desiste!

Eu sou Deborah, profissional apaixonada pelo tema Carreira e Desenvolvimento Humano.
Auxílio pessoas que buscam ampliar seus campos de possibilidades profissionais ou aumentar seu arsenal de competências para os desafios do trabalho!

Se identificou com o artigo ou conhece alguém que está na sala de espera?! Compartilha!

Conheça meu site: www.capio.com.br

Deixe uma resposta